Cubo Bibliotecário

Foi o projeto vencedor. Buscou como instituição no bairro a Casa Hope. Através de entrevistas, observação e identificação de problemas, selecionaram como maior dificuldade da Instituição a falta de espaço para uma biblioteca tradicional e assim o acesso aos livros pelos pacientes e acompanhantes. Desenvolveram como solução um carrinho que denominaram de Cubo Bibliotecário, ou seja, uma biblioteca móvel composta por cubos que se encaixam em um carrinho. O desenho, orçamento e confecção final foram organizadas pelo grupo.

Veja mais !

+ Ação + Educação

Foi desenvolvido baseado na observação da convivência entre alunos e funcionários de limpeza do colégio. Este projeto teve como objetivo:

  • aproximar alunos e funcionários, que, apesar de conviverem no mesmo espaço, pouco interagiam.
  • oferecer oportunidade de desenvolver certas habilidades nos funcionários que apontaram como maiores dificuldades a matemática e o português.

Assim os autores deste projeto, ministraram as aulas sempre ligando estas matérias com assuntos do cotidiano (notícias, filmes, compras, alimentação, etc…). As aulas eram dadas 2 vezes por semana e em pequenos grupos. O grande fruto foi que este trabalho perdurou até o final de 2006 por outro grupo de alunos voluntários, mas devido a saída da maioria dos funcionários participantes este trabalho não prosseguiu.

A captação de recursos foi feita com a venda de camisetas para professores e alunos a R$ 15 e desta arrecadação foram feitas compras de materiais escolares e para atividades e ajuda ao projeto Cubo Bibliotecário.

Autores do Projeto: Izabelle, Bruna, Douglas e Larriane.
Veja mais!

Histórico

Um dos passos iniciais dado pelo Colégio Bandeirantes para incentivar o trabalho voluntário foi participando do concurso Central de Intercâmbio de Soluções para a Comunidade, em parceria com a ONG Cidade Escola Aprendiz que visa valorizar iniciativas juvenis que busquem soluções para problemas comunitários com o apoio da escola.

48 Projetos foram enviados por diversas escolas participantes, o Band estava entre os três primeiros finalistas com dois projetos: +Ação + Educação e Cubo Bibliotecário.

Veja mais clicando aqui!

Doações (Demonstrativo e Aplicação)

Desde o início do Trabalho Voluntário no Colégio Bandeirantes foram realizadas duas arrecadações entre os alunos e professores. A primeira com venda de camisetas estampadas com o nome do Projeto +Ação +Educação; esta 1ª. arrecadação teve como objetivo auxiliar na confecção do carrinho de leitura para a Casa Hope e na compra de material escolar para os funcionários de limpeza (1º. Semestre de 2005) e a segunda para compra de brinquedos da Festa do Dia das Crianças realizada no Instituto da Criança (2º. Semestre de 2008).

Demonstrativo de Doações Recebidas e Aplicação de Recursos

Iniciativas Independentes

Há muito tempo nossos alunos têm demonstrado interesse em realizar um trabalho voluntário; para muitos suas obrigações escolares e extracurriculares não lhes permite um comprometimento semanal e assíduo, assim alguns executam admiráveis iniciativas independentes. Eis aqui alguns destes exemplos:

  • Sacolinhas de Natal (Anna Beatriz)
  • ONG Paula Park

Nosso Trabalho

Não é de hoje o desejo do jovem de mudar o mundo. Mas essa vontade cresce cada vez mais na medida em que crescem também as oportunidades e maneiras de fazê-lo. No Colégio Bandeirantes, por exemplo, alguns alunos participam de projetos apresentados pela escola. Há os que dão aula para as crianças do Programa Ismart e os que dão carinho e atenção para as do Instituto da Criança.

Os “monitores”, estudantes do 2º colegial, trabalham voluntariamente planejando e ministrando aulas de inglês para grupos divididos segundo seu grau de conhecimento. Mas as crianças não são as únicas a aprender com essa experiência. Os jovens aprendem desde a dificuldade de dar uma aula e tirar dúvidas até a ação de, com prazer, ajudar e se dedicar a pessoas que nem mesmo conhecem.

Há ainda os “recreadores” que, também voluntariamente, participam do Projeto Criarte e do Comitê Juvenil, para o Instituto da Criança, no Hospital das Clínicas. Ambos os trabalhos se baseiam em fazer companhia a crianças e adolescentes atendidos pelo Instituto. O primeiro é um projeto destinado àqueles que estão tanto na sala de espera para serem atendidas quanto no hospital-dia onde recebem soro. O objetivo apresentado aos jovens é brincar, alegrar e fazer do hospital um lugar menos impessoal. Quanto aos alunos que participam do Comitê Juvenil, têm mais ou menos o mesmo trabalho que os do Criarte, com a mesma intenção de deixar os pacientes mais à vontade, porém divertindo aquelas portadoras de outros tipos de doenças graves.

Seja qual for o trabalho, os alunos o fazem com tanto prazer e dedicação que deveriam servir não só como exemplo, mas também como inspiração a outros jovens que, por sua natureza, querem fazer a diferença.

Beatriz Daniel, 2H3 (outubro 2009)

Ismart – Instituto Social Maria Telles

O Ismart proporciona, entre outros projetos, o Bolsa Talento que tem como objetivo o desenvolvimento integral de talentos de baixa renda, identificando-os em suas comunidades de origem e provendo-lhes educação formal de qualidade. O Colégio Bandeirantes é um dos parceiros do Instituto desde 2007; os candidatos selecionados ingressam num curso preparatório na 7ª. série para que ao final da 8ª. estejam preparados para concursar o Vestibulinho na escola e então admitidos como alunos regulares do Ensino Médio.

Nossos voluntários/monitores são selecionados pela sua excelência em língua inglesa e ministram aulas de inglês a estes alunos com o objetivo de desenvolver sua comunicação, compreensão e expansão de vocabulário através de atividades lúdicas idealizadas por eles e sob supervisão da professora-orientadora.

Veja Mais nesta matéria publicada pelo Departamento Cultural:

Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

O Instituto da Criança (ICr) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo atende pacientes de todo o Brasil e América Latina, de 0 a 19 anos, portadores de doenças de alta complexidade. No ICr, a criança é tratada de forma bastante especial, segundo a supervisora de Serviço Social, Maria José Paro Forte, como resultado da filosofia de humanização que guia as ações dos profissionais e voluntários. Estes últimos contribuem com parcela de seu tempo, desenvolvendo atividades com as crianças e adolescentes e também com os acompanhantes. O ICr conta com dois principais programas de voluntários oferecidos aos nossos alunos:

A. Comitê Juvenil – Atividades de recreação com crianças internadas
Horários: 3as.; 5as.; sábado ou domingo das 14h30 às 16h30 ou sábado e domingo das 9h00 às 11h00

B. Criarte – recreação com crianças do ambulatório e hospital-dia
Horários: 2as a 6as das 14h00 às 17h00.

Para saber mais, entre no site do instituto clicando aqui!

Introdução

O Programa Cidadania tem como objetivo oferecer aos alunos diferentes cenários de estudo para que ele possa protagonizar seu processo de aprendizagem, ou seja, ao lado da formação acadêmica, construir sua identidade social doando seu tempo e conhecimento á comunidade. Desta forma através da atuação voluntária e profissional, estamos inserindo nossos alunos em diversas realidades sociais e incentivando-os a um compromisso concreto com causas sociais.

Segundo definição das Nações Unidas, “o voluntário é o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos…”

Gestos voluntários, claro, não são novos. Doa-se tempo, trabalho e talento em favor dos outros, desde que o homem existe. Novidade é considerar este tipo de trabalho como uma participação responsável e dinâmica. O que incentivamos é que nossos alunos sejam protagonistas nesta iniciativa de melhoria da qualidade de vida em comum, contribuindo de forma profissional, criativa e ética, motivado somente pelos valores de solidariedade e engajamento social.

Estamos cientes que voluntariado não é só o trabalho assistencial de apoio aos grupos mais vulneráveis da população, mas que inclui múltiplas iniciativas nas áreas de cultura, defesa de direitos, meio ambiente, esporte, lazer e outras. Assim, nosso desafio é despertar e levar nossos alunos a universos cada vez mais amplos.

Não se deve esquecer, contudo, o potencial transformador que essas atitudes representam para o crescimento interior do próprio indivíduo, trazendo abertura para novas experiências, oportunidade de aprendizado, prazer de se sentir útil, criação de novos vínculos de pertencimento e afirmação do sentido comunitário. Assim sendo teremos um espaço neste blog para que nossos voluntários deixem registradas suas vivências.


Logotipo criado pelo aluno Alessandro, 2H1

Carta aos voluntários

Profa. Sandra,

É com muita emoção que quero expressar, em meu nome, de nossa instituição, de todas as nossas crianças e acompanhantes, os mais sinceros agradecimentos pela maravilhosa festa que os voluntários do Comitê Juvenil realizaram, incluindo muitos alunos do BAND. O brilho nos olhos e a participação das crianças falaram por si. E realmente, o entusiasmo dos jovens é uma coisa que emociona muito. Com certeza, estes contribuirão para fazer  a diferença em nossa sociedade.

Obrigada ao Colégio Bandeirantes por estar proporcionando esta oportunidade aos jovens e também às nossas crianças.

Abraços,

Maria José Paro Forte
Assessoria do Programa de Humanização
Instituto da Criança HCFMUSP